O Desemprego sobe novamente na Colômbia: ficou em 10,4% em outubro

O aumento anual da taxa de desemprego nas 13 principais cidades e regiões metropolitanas foi de 0,14%

O Desemprego sobe novamente na Colômbia: ficou em 10,4% em outubro

Pelo décimo mês de 2019, no total nacional, 189.000 pessoas aderiram à população desempregada, enquanto no contexto urbano (13 cidades e áreas metropolitanas) houve um aumento na população empregada de 52.000 pessoas. 

O Departamento Nacional de Estatística Administrativa (DANE) da Colômbia informou que a taxa de desemprego nas 13 principais cidades do país e suas áreas metropolitanas aumentou em outubro e ficou em 10,4%.

Isso significa um aumento em relação ao mesmo mês do ano passado, que foi de 10,2%.

O desemprego no total nacional foi de 9,8%, ante 9,1% em outubro de 2018.

A entidade acrescentou que, no décimo mês do ano, no total nacional, 189.000 pessoas aderiram à população desempregada, enquanto no contexto urbano (13 cidades e áreas metropolitanas) houve um aumento na população empregada de 52.000 pessoas.

Para o trimestre agosto-outubro, as cidades com maior taxa de desemprego foram Quibdó, Cúcuta e Valledupar, com 19,4%, 15,5% e 15,5%, respectivamente.

Enquanto isso, aqueles com menor desemprego foram Pereira, Bucaramanga, Barranquilla e Cartagena, com 9%, 8,9%, 7,9% e 6,1%.

A DANE também afirmou que a taxa de informalidade caiu 1,2 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. 

No trimestre de agosto a outubro de 2019, foi de 45,6%, comparado a 46,7% no período de 2018.

A cidade de Cúcuta possui a maior taxa de informalidade, alcançando 71,2%. Manizales, Bogotá e Medellín apresentam as menores proporções da população informal, com 38,2%, 39,4% e 40,8%, respectivamente.



Notícias relacionadas