UNICEF busca ajuda humanitária para mais de 350 mil deslocados no Iêmen

Segundo dados das Nações Unidas, mais de 3,65 milhões de pessoas foram deslocadas de suas casas no Iêmen desde 2015

UNICEF busca ajuda humanitária para mais de 350 mil deslocados no Iêmen

AA - O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) anunciou quinta-feira que desde o início de 2019 satisfez as necessidades básicas de mais de 350 mil deslocados no Iêmen.

Por meio de seu perfil oficial no Twitter, o Unicef informou que a ajuda humanitária consistiu no fornecimento de água potável, na instalação de banheiros portáteis, na distribuição de itens de higiene e na promoção da higiene pessoal.

De acordo com dados das Nações Unidas, mais de 3,65 milhões de pessoas foram deslocadas de suas casas no Iêmen desde 2015.

Um empobrecido Iêmen foi abalado pela violência desde 2014, quando os rebeldes xiitas Houthis invadiram grande parte do país, incluindo a capital, Sanaa, e o porto de Hudaydah.

O conflito se intensificou em 2015, quando a Arábia Saudita e seus aliados árabes-sunitas lançaram uma campanha aérea maciça no Iêmen com o objetivo de reduzir o avanço dos houthis.

Segundo a ONU, o Iêmen é o país que está enfrentando a pior crise humanitária no momento. 

À medida que o conflito entra em seu quarto ano, quase 14 milhões de pessoas no Iêmen, o equivalente a metade da população total do país, estão à beira da fome.



Notícias relacionadas