Revista de Imprensa Internacional: 08.08.2019

Aqui ficam as principais notícias de hoje sobre o mundo e a Turquia na imprensa internacional:

Revista de Imprensa Internacional: 08.08.2019

Países Árabes

Al Hayat (Líbano): “A Turquia fala em acordo com os responsáveis dos Estados Unidos sobre a Síria, num contexto de negociações positivas”

Al Sharq Al Awsat (jornal saudita publicado no Reino Unido): “Os Estados Unidos estão em condições de retirar o Sudão da lista de terrorismo”

Al Raya Al Qatariya (Qatar): “O Príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, tenta fechar o caso do assassinato do jornalista saudita, autor do Washington Post, antes das eleições nos Estados Unidos”

 

Países Francófonos

Le Monde (França): “A mãe que se mudou para a Síria em 2 017, juntamente com os seus três filhos, foi condenada a 8 anos de prisão”

Le Soir (Bélgica): “Um em cada cinco belgas considera a tortura aos combatentes aceitável”

Le Figaro (França): “O aquecimento global põe em perigo a segurança alimentar do mundo”

 

Alemanha

Bild.de: “Alarme nos lagos da Alemanha por causa das bactérias que comem carne. Uma mulher que entrou num lago morreu”

Deutsche Welle: “Os Estados Unidos e a Turquia concordaram em criar uma zona de segurança na Síria”

Spiegel Online: “A Amnistia Internacional emitiu um alerta a todos os que planeiam viajar até aos Estados Unidos, por causa das armas de fogo. O alerta recomenda aos turistas para que tenham um plano de emergência em caso de perigo”

 

Países de Língua Espanhola

El País (Espanha): “Podemos acusa Sánchez de querer ir para novas eleições”

El Mundo (Espanha): “Os traficantes continuam a enviar imigrantes, apesar das ONGs de resgate se terem retirado gradualmente do Mediterrâneo”

Telesur (Venezuela): “O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou que a delegação do governo não participará no encontro de diálogo em Barbados, agendado para os dias 8 e 9 de agosto, com um setor extremista da oposição”

 

Rússia

Jornal Izvestia: “O exército russo vai formar unidades especiais contra piratas cibernéticos”

Site de notícias Lenta.ru: “Na Alemanha, foi feito um apelo de agradecimento aos russos. O vice-presidente do parlamento federal alemão, Wolfgang Kubicki, disse que "Os alemães devem estar agradecidos aos russos. Foram eles que permitiram a unificação da Alemanha”

Agência TASS: “O ex-presidente do Quirguistão confessou que disparou sobre as forças especiais durante a operação”

 

Países Lusófonos

Folha de S. Paulo (Brasil): “Venezuela: Maduro abandona negociação com oposição após sanções dos Estados Unidos. Nova rodada de encontros mediados pela Noruega aconteceriam na quinta feira, dia 8 e na sexta feira, dia 9”

Público (Portugal): “Governo faz ataque preventivo para esvaziar greve dos motoristas. Executivo decretou serviços mínimos para a greve que vão dos 50% aos 100% de disponibilidade e prepara declaração de crise energética. PGR diz hoje se considera a greve ilegal”

O País (Moçambique): “Filipe Nyusi promulga Lei da Amnistia. O Presidente da República, Filipe Nyusi, promulgou hoje e mandou publicar a Lei da Amnistia. A referida lei, que abrange os crimes contra a segurança do Estado e outros protagonizados no âmbito da tensão político-militar entre o governo e a Renamo, foi recentemente aprovada pela Assembleia da República”



Notícias relacionadas