Trudeau diz que se a tensão não tivesse aumentado, os canadianos teriam regressado a casa

“Isso é o que acontece quando se está numa zona de guerra e conflito. O fardo é carregado pelos inocentes ” - afirmou Trudeau.

Trudeau diz que se a tensão não tivesse aumentado, os canadianos teriam regressado a casa

O primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau, falou ao canal de televisão Global News e disse que se a tensão não tivesse aumentado recentemente na região, os canadianos naquele avião estariam agora com suas famílias, em casa.

“Isso é o que acontece quando se está numa zona de guerra e conflito. O fardo é carregado pelos inocentes ” - afirmou Trudeau. O primeiro ministro canadiano disse também que os canadianos continuam profundamente consternados e esperam respostas claras sobre como este incidente ocorreu.

“Eles querem que esta situação nunca mais se repita. Este pedido deve ser ouvido com muito cuidado pelo governo iraniano ”, concluiu.

O avião da Ukraine International Airlines, que descolou no dia 8 de janeiro do Aeroporto Internacional Imam Khomeini, em Teerão, tinha como destino a capital ucraniana, Kiev. O aparelho caiu pouco depois da descolagem. Nenhum dos 176 ocupantes conseguiu sobreviver ao incidente.

O Estado-Maior do Irão anunciou que a aeronave comercial foi abatida "por erro humano", quando sobrevoava um ponto militar sensível.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Vadym Prystaiko, informou que a bordo do aparelho abatido seguiam 82 iranianos, 63 canadianos, 10 suecos, 4 afegãos, 3 alemães e 3 americanos.



Notícias relacionadas