ONU diz que acompanha o progresso sobre o assassinato de Khashoggi

Farhan Haq, porta-voz do secretário-geral da ONU, lembrou que Guterres pediu uma investigação rápida e transparente.

ONU diz que acompanha o progresso sobre o assassinato de Khashoggi

As Nações Unidas anunciaram que estão acompanhando o progresso do assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi e que vão avaliar as medidas a serem tomadas como resultado das investigações.

Farhan Haq , porta-voz para o Secretário - Geral, quando perguntado sobre o assassinato de Khashoggi, durante uma conferência de imprensa diária, disse seguir de perto os desenvolvimentos.

Ele lembrou que o secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu uma investigação rápida e transparente.

O jornalista saudita Jamal Khashoggi desapareceu depois de entrar em 2 de outubro no Consulado Geral de seu país em Istambul.

18 dias após essa data, o governo saudita reconheceu que Khashoggi foi assassinado no consulado.

Por sua parte, o Procurador Geral de Istambul, disse as palavras: "O falecido Jamal Khashoggi foi estrangulado assim que entrou no consulado, na direção de um planejamento feito antecipadamente no Consulado Geral do Reino da Arábia Saudita em Istambul, onde ele entrou em 2 de outubro de 2018 para alguns procedimentos de casamento. Então, o corpo foi desmembrado".



Notícias relacionadas