Líderes de Cuba e da Coreia do Norte concordam em fortalecer sua cooperação

A Coreia do Norte e Cuba mantiveram relações boas e estreitas desde 1960, ano em que ambos os países estabeleceram laços diplomáticos após o triunfo da revolução no país caribenho.

Líderes de Cuba e da Coreia do Norte concordam em fortalecer sua cooperação

O presidente cubano Miguel Diaz-Canel e o líder norte coreano Kim Jong-un, se reuniram em Pyongyang "em uma atmosfera de camaradagem e amizade" e concordaram em reforçar a cooperação bilateral, informou o Agência de notícias norte-coreana KCNA. 

Kim e sua esposa receberam o casal presidencial cubano no momento da chegada na residência Paekhwawon.

Dirigentes cubanos e norte-coreanos depois realizaram uma reunião privada em que pediram uma "nova expansão e desenvolvimento da cooperação e do intercâmbio em diversas áreas, como economia, cultura, saúde pública, ciência e tecnologia para atender interesses comuns", como detalhado pelo KCNA. 

Kim e Diaz-Canel expressaram seu apoio e de solidariedade mútua e trocaram opiniões sobre questões de interesse comum e sobre a situação internacional, e chegaram a um "consenso".

A Coreia do Note e Cuba possuem relações boas e estreitas desde que estabeleceram laços diplomáticos em 1960. 

O presidente cubano visita Pyonyang como parte de uma turnê internacional que começou em 1º de novembro com uma primeira parada na Rússia e continuará até 12 de novembro com paradas na China, Vietnã e Laos. EFE



Notícias relacionadas