O número de mortes no terramoto da Albânia chega a quase 40

Equipas de busca e salvamento de vários países do mundo, incluindo equipas turcas, continuam a procurar pessoas soterradas sob os edifícios que colapsaram.

O número de mortes no terramoto da Albânia chega a quase 40

Subiu para 39 o número de mortos confirmados no terramoto de 6,3 na escala Richter, que ocorreu na terça-feira a 15 km da cidade albanesa de Dirraquio (Durrës).

Equipas de busca e salvamento de vários países do mundo, incluindo equipas turcas, continuam a procurar pessoas soterradas sob os edifícios que colapsaram.

O Ministério da Defesa tinha antes dito que o número de mortos era de 31. O terramoto teve o seu epicentro no município de Thumane. O Ministério da Saúde e Proteção Social anunciou que há 658 pessoas feridas, oito delas com gravidade.

De acordo com o decreto do Conselho de Ministros da Albânia, foi decretado o estado de desastre natural até 30 dias em Tirana e em Dirraquio.

O Instituto Albanês de Geofísica, Energia, Água e Meio Ambiente (IGJEUM) informou que houve um novo terramoto de 5,6, cujo epicentro ocorreu no Mar Adriático.

O IGJEUM anunciou que tiveram lugar 524 tremores secundários de até 5 graus, após o terramoto que ocorreu às 03:55 na terça feira.


Etiquetas: sismo , terramoto , Albânia

Notícias relacionadas