Detidos dirigentes da FIFA por alegados subornos

Foram detidos 6 dirigentes da FIFA por sérias alegações de corrupção, quando a organização máxima do futebol se prepara para eleições.

Detidos dirigentes da FIFA por alegados subornos

Os seis dirigentes da FIFA foram detidos pela polícia suíça, em Zurique, e esperam extradição para os EUA, confirmaram as autoridades suíças.

De acordo com um comunicado do gabinete federal de justiça suíço (OFJ), “as autoridades americanas suspeitam que eles tenham recebido subornos no valor de milhões”.

Não foi dada qualquer informação acerca de identidade dos detidos.

O 65º congresso da FIFA realizar-se-á quinta-feira, em Zurique, para eleger o novo presidente da organização. O atual presidente, Sepp Blatter, e o príncipe, Ali bin al-Hussein, da Jordânia, estão na corrida para a presidência.

Os mandatos de captura foram emitidos por um pedido das autoridades americanas, informou o OFJ, acrescentando que, o gabinete do procurador público do distrito leste de Nova Iorque, tem vindo a investigar estes casos desde o início dos anos 90 até hoje.

No comunicado da OFJ pode ler-se que “os suspeitos de suborno - representantes dos média de desporto e empresas de promoção de desporto – estão alegadamente envolvidos em esquemas de pagamentos a funcionários do futebol – delegados da FIFA e outros funcionários de sub-organizações da FIFA – totalizando mais de 100 milhões de dólares. Em troca acredita-se que receberam direitos jornalísticos, de marketing e de patrocínio, em torneios de futebol na América Latina”.

Pensa-se que estas ações terão sido planeadas e executadas nos EUA.


Etiquetas:

Notícias relacionadas