“O país que conseguir ter o monopólio das tecnologias de inteligência artificial será dono do mundo”

O presidente russo falou durante uma reunião sobre o desenvolvimento das tecnologias de inteligência artificial.

“O país que conseguir ter o monopólio das tecnologias de inteligência artificial será dono do mundo”

O presidente Vladimir Putin da Rússia disse que a inteligência artificial oferece grandes benefícios em termos de qualidade e produtividade, e afirmou o seguinte sobre o tema: “O país que conseguir ter o monopólio das tecnologias de inteligência artificial será dono do mundo”.

Durante uma reunião sobre o desenvolvimento das tecnologias de inteligência artificial, Putin considerou que a Rússia deve garantir a sua soberania tecnológica na área da inteligência artificial.

O presidente russo destacou a importância de “multiplicar o financiamento da investigação sobre as tecnologias de inteligência artificial, criar incentivos ao investimento privado e desenvolver a ciência empresarial”.

Putin disse também que a inteligência artificial é capaz de analisar volumes gigantescos de dados em tempo real, usado mecanismos de tomada de decisão: “isto proporciona enormes vantagens em termos de qualidade e eficiência. O país que conseguir ter o monopólio das tecnologias de inteligência artificial será dono do mundo”.

O presidente russo indicou que estão a aumentar rapidamente os avanços na produção de novos produtos e soluções nesta área: “estamos num cenário de concorrência global pela liderança tecnológica e principalmente na área da inteligência artificial. Um dos caminhos chave do desenvolvimento tecnológico é a inteligência artificial, pois irá determinar o futuro do mundo”.

Putin disse também que “muitos países já têm planos de desenvolvimento destas tecnologias” e acrescentou que “devemos garantir a nossa soberania tecnológica na inteligência artificial. É uma condição importantíssima para a independência das nossas empresas, da economia e da qualidade de vida dos russos, bem como para a segurança e capacidade defensiva do Estado. Devemos encontrar soluções globais que tenham o máximo impacto em todas as indústrias” – sublinhou o presidente russo.



Notícias relacionadas