Operação Fonte da Paz

"O objetivo é a paz
o alvo é o terrorismo"

CIDH alerta para grave situação dos indígenas no Brasil

A Comissão Interamericana adotou medidas de proteção preventiva em favor da comunidade Guyraroká do povo indígena Guarani Kaiowá.

CIDH alerta para grave situação dos indígenas no Brasil

AA - A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) adotou medidas cautelares em favor dos membros da comunidade Guyraroká do povo indígena Guarani Kaiowá .

O órgão adotou a medida depois que diferentes entidades argumentaram que os beneficiários estariam em risco quando fossem submetidos a uma série de ameaças, assédio e atos de violência supostamente cometidos por proprietários de terras no contexto de uma disputa de propriedade. da Terra.

A Comissão levou em consideração que, durante sua visita ao Brasil em novembro de 2018, visitou a comunidade Guyraroká, onde pôde verificar "a grave situação humanitária" que os indígenas sofrem.

Como a CIDH apontou em comunicado oficial, os Guyraroka teriam recebido ameaças de morte e seriam perseguidos em carros por terceiros quando viajavam ou quando procuravam atividades de subsistência.

A Comissão solicitou ao Estado do Brasil que tomasse as medidas necessárias para proteger os direitos à vida e à integridade pessoal dos membros da comunidade Guyraroká do povo indígena Guarani Kaiowá e para prevenir atos de violência de terceiros.

Ele acrescentou que deve adotar medidas de proteção culturalmente apropriadas para proteger a vida e a integridade pessoal da comunidade Guyraroká do povo indígena Guarani Kaiowá. Por exemplo, ações destinadas a melhorar, entre outros aspectos, condições de saúde, alimentação e acesso à água potável na comunidade.

Além disso, ele pediu ao país que concordasse com as medidas a serem tomadas com os povos indígenas e relatasse as ações que tomariam para investigar os eventos que levaram à medida de precaução e, assim, "evitar sua repetição".



Notícias relacionadas