Nova cepa de COVID-19 causa novas restrições durante o Natal no Reino Unido

Johnson informou em uma entrevista coletiva que as áreas de Londres, sudeste e leste da Inglaterra estarão sob um Nível 4 recém-implementado devido à nova mutação do COVID-19

1548631
Nova cepa de COVID-19 causa novas restrições durante o Natal no Reino Unido
SPR londra.jpg

O novo tipo de coronavírus e a doença de Covid-19 ceifaram a vida de pelo menos 1.691.942 em todo o mundo. Existem mais de 76,6 milhões de infectados e 53,5 milhões curados.

Ocidente

Estados Unidos: 323.401 mortos, 18 milhões de infectados. O general Gustave Perna, responsável pela distribuição das vacinas, anunciou que serão distribuídas 20 milhões de vacinas antes da primeira semana de janeiro.O FDA afirmou que está investigando os efeitos alergênicos provenientes da vacina criada pela Pfizer-BioNTech.

Itália: 68.447 mortos, quase 2 milhões de infecções.

Reino Unido: 67.075 mortos, 2,4 milhões de infectados. Com uma nova cepa de coronavírus presente no Reino Unido, as celebrações do Natal conforme programado não serão mais possíveis, como o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou neste sábado. Johnson informou em uma conferência de imprensa que as áreas de Londres, sudeste e leste da Inglaterra estarão sob um Nível 4 recentemente implementado devido à nova mutação do COVID-19, relata a Agência Anadolu.

Espanha: quase 49.000 mortos e 1,8 milhões de infectados.

Brasil: 186.356 mortes, 7,2 milhões de infectados. O presidente Jair Bolsonaro condenou a resolução da Suprema Corte de tornar a vacina Covid-19 obrigatória em alguns casos e expressou sua "falta de confiança".

 

Oriente

Índia: Os casos de coronavírus na Índia ultrapassaram os 10 milhões neste sábado, com mais de 25.000 novas infecções registradas nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais. A contagem de casos da Índia atingiu 10.004.599 na manhã de sábado, com 25.152 novos casos. O número de mortos de COVID-19 no país é de 145.136.

Egito: 7.069 mortes, 125 mil casos. O Ministério do Turismo anunciou o cancelamento dos eventos do Ano Novo.

Israel: 3.074 mortes e 332 mil casos. O primeiro-ministro Netanyahu e o ministro da Saúde Edelstein receberam a vacina criada pela Pfizer-BioNTech em uma transmissão ao vivo. Netanyahu pediu a todos os israelenses que recebessem a vacina.

Veja os dados mais recentes da Covid-19 em todo o mundo:

https://www.trt.net.tr/portuguese/covid19

 



Notícias relacionadas