O Brasil se tornou o quarto país com mais casos de COVID-19 no mundo

A nação sul-americana é superada apenas no mundo, nos casos de coronavírus, pelos Estados Unidos, que têm 1,54 milhão de pacientes infectados, Rússia e Espanha.

1420042
O Brasil se tornou o quarto país com mais casos de COVID-19 no mundo

O número de mortes por coronavírus em todo o mundo excedeu 320.600.

São cerca de 4.917.500 casos confirmados. 1 milhão 925 pessoas se recuperaram.

 

Ocidente

EUA: O país é o epicentro da pandemia, com mais de 90.000 mortes. O secretário de Saúde e Serviços Sociais, Alex Azar, que falou na 73ª Assembleia Mundial da Saúde, disse que a Organização Mundial da Saúde falhou em coletar dados necessários ao mundo e que isso causou um grande número de vítimas " .

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na segunda-feira que está tomando hidroxicloroquina, um medicamento antimalárico que ele promoveu repetidamente para o tratamento de pacientes com coronavírus. "Muitas coisas boas surgiram da hidroxicloroquina. Você ficaria surpreso ao saber quantas pessoas estão tomando, especialmente os trabalhadores da linha de frente", disse Trump na Casa Branca. "Eu estou tomando. Estou tomando, hidroxicloroquina. Agora." Trump compartilhou a carta enviada pelo diretor-geral da OMS, Ghebreyesus, e anunciou que congelará permanentemente, após 30 dias, os fundos que assegura para a organização, caso não sejam feitas reformas fundamentais. Expressou que a OMS não analisou suficientemente a situação em Wuhan e que "ignorou a notícia de que um vírus estava se espalhando de Wuhan em dezembro de 2019 e muito antes".

Segundo uma pesquisa da Escola de Saúde Pública Dornsife da Universidade Drexel, o cumprimento do confinamento em casa impediu a morte de mais de 230.000 pessoas no país.

 

Canadá: 161 mortos nas últimas 24 horas. 5.943 mortes no total.

Brasil: o Brasil se tornou o quarto país com os casos mais confirmados de coronavírus (COVID-19) na segunda-feira, registrando 13.140 novos diagnósticos positivos para a doença e atingindo um total de 254.220 pacientes infectados, segundo dados do Ministério da Saúde. A nação sul-americana é superada apenas no mundo, nos casos de coronavírus, pelos Estados Unidos, que têm 1,54 milhão de pacientes infectados; Rússia, com 290.678, e Espanha, com 278.188. O Ministério da Saúde do Brasil também informou nesta segunda-feira que 674 óbitos por coronavírus (COVID-19) foram registrados nas últimas 24 horas, elevando o número total de óbitos por doença no país para 16.792 , relata a AA.

Reino Unido: No epicentro europeu da pandemia, o número de mortos subiu para 34.796, com outros 160 em um dia. Existem cerca de 246.406 casos confirmados. O ministro da Saúde, Matt Hancock, informou que qualquer pessoa com sintomas agora é elegível para o teste COVID-19. Os clubes da Premier League decidiram começar a treinar em pequenos grupos.

Bélgica: 9.108 mortos, 55.791 casos. O ministro das Relações Exteriores, Philippe Goffin, que falou com Le Soir, pontuou que seu país planeja abrir gradualmente suas portas aos cidadãos da UE, em conformidade com as decisões da Comissão Europeia.

Equador: O Ministério da Saúde Pública do Equador informou nesta segunda-feira que seu país registrou 63 mortes devido à pandemia de coronavírus (COVID-19), nas últimas 24 horas, com as quais o número total de mortes durante a emergência de saúde foi ficou em 2.799.

A entidade também informou que o número total de pacientes infectados com coronavírus chega a 33.582, incluindo 3.433 pessoas recuperadas.

Espanha: com outras 59 mortes, o número de mortos subiu para 27.709.

Itália: 32.007 mortos. Pela primeira vez desde 9 de março, o número diário de mortes caiu para menos de 100. Com uma queda de 1.798, o número de casos confirmados caiu para 66.553.

França: 28.239 mortos e 131 outros mortos em um dia. 496.216 casos.

República Turca do Chipre do Norte: A maioria das medidas foi abolida após a decisão do Gabinete. Nenhum caso foi detectado desde 17 de abril. Restaurantes e cafés começaram a funcionar. As orações públicas são feitas dentro de uma série de regras.

Bielorrússia: 171 mortos, 30.572 casos.

 

Oriente

Azerbaijão: 40 mortes, 3.387 casos. A restrição de sair para a rua com uma autorização foi levantada. Cafeterias, restaurantes, parques e museus começaram a funcionar.

Israel: 276 mortos, 16.643 casos.

Irã: 7.119 mortos, com 62 novos. 124.603 casos.

Argélia: 555 mortos, Iraque 127, Líbano 26, Jordânia 9.

A Região Autônoma Curda do Iraque decretará um toque de recolher na Festa do Ramadã.

No Sudão do Sul, a primeira-dama Angelina Tang testou positivo para coronavírus. O vice-presidente ficará em quarentena por 14 dias em sua casa.

China: 4.632 mortos. 6 morreram nas últimas 24 horas. 82.960 casos. 78.241 recuperados.

Coreia do Sul: 13 casos foram detectados. 11.078 casos.

Rússia: 2.837 mortos, 299.941 casos confirmados. O primeiro-ministro Mikhail Mishustin, que testou positivo para o coronavírus em 30 de abril, voltou ao trabalho depois de terminar seu tratamento.

Uzbequistão: 13 mortos, 2.779 casos.

Tajiquistão: 41 mortos, 1.729 casos.



Notícias relacionadas