Coronavírus no mundo: mais de 59 mil mortos e um milhão de casos positivos

Cinco recém-nascidos nascidos em Maryland, EUA, testaram positivo para coronavírus

1391148
Coronavírus no mundo: mais de 59 mil mortos e um milhão de casos positivos

O número de casos diagnosticados com coronavírus excede um milhão 118 mil 244 e o número de mortes no mundo é de 59 mil 220. 229.157 pessoas se recuperaram após o tratamento para o vírus.

Itália: o número de mortes é de 14.681, com mais 766 mortos nas últimas 24 horas. E o número de casos é 119.827.

Espanha: 11.744 mortes e 119.199 casos positivos.

França: 6.507 é o número de pessoas que perderam a vida, aumentando em 588 nas últimas 24 horas. E o número de pessoas diagnosticadas é de 82.165.

Reino Unido: existem 3.605 mortes e 38.168 casos positivos.

Holanda: 1.487 mortos

Alemanha: 1.275 mortos

Bélgica: 1.143 mortos

Suíça: 604 mortos

Suécia: 358 mortos

Portugal: 246 mortos

Áustria: 168 mortos

Dinamarca: 139 mortos

Romênia: 133 mortos

Irlanda: 120 mortos

Polônia: 71 mortos

Grécia: 63 mortos

Noruega: 59 mortos

EUA: 7.403 são o número de mortes e 277.522 casos positivos são confirmados. Nova York, bastante afetada pela epidemia, tornou-se o estado em que metade dos casos positivos e mortos são confirmados. E no pessoal e familiares dos soldados pertencentes ao Departamento de Defesa, houve 6 mortes e 6.648 casos. No estado de Maryland, cinco bebês apresentaram resultado positivo para o coronavírus. A Casa Branca estabeleceu a condição de que todos os que se encontrarão com o presidente Donald Trump e o vice-presidente Mike Pence serão testados quanto ao coronavírus.

Canadá: o número de mortos sobe para 208 e o número de casos para 12.549. Por outro lado, o Canadá retirou seus 500 soldados das missões da OTAN no Iraque devido ao coronavírus.

Nova Zelândia: 950 casos positivos confirmados.

Brasil: 365 mortes por coronavírus e 9 mil 56 casos são relatados. O presidente Jair Bolsonaro continua a não levar o coronavírus a sério. E ele disse: "O coronavírus é como chuva e vai molhar 70%, todo o país ficará livre quando 70% estiver infectado e produzir anticorpos". Bolsonaro, além disso, reagiu aos governadores e prefeitos, que tomam medidas de isolamento social para o surto, expressando: “Eles conhecem minha posição muito bem. O povo brasileiro não suporta essas decisões por 2 ou 3 meses. Haverá um grande desemprego. ”

México: 60 mortes e 1.510 casos positivos são registrados.

Peru: 61 mortos confirmados



Notícias relacionadas