China: sobe para 80 o número de mortes devido ao coronavírus

Existe uma possibilidade de que a epidemia possa ter tido origem no mercado de mariscos de Wuhan.

1348018
China: sobe para 80 o número de mortes devido ao coronavírus

A Comissão Nacional de Saúde informou que o coronavírus afetou até agora 2 744 pacientes, dos quais 461 estão em estado grave. O coronavírus já foi identificado em todas as regiões chinesas, exceto o Tibete. Foram também detectados 8 casos em Hong Kong, 5 em Macau e 4 em Taiwan.

Suspeitam-se que 5 794 pessoas possam ter sido infectadas pelo vírus devido ao contato com os pacientes e há 30 453 pessoas em quarentena.

51 pessoas já receberam alta do hospital. 76 pessoas perderam a vida em Hubei e há uma morte confirmada em cada uma das cidades: Hunan, Xangai, Heilongjiang e Hebei.

Hubei é a província mais infectada com 424 casos confirmados. Nna capital Pequim, existem 68 pacientes e em Xangai há mais 53 pessoas infetadas.

Por outro lado, o Conselho de Estado liderado pelo primeiro-ministro Li Keqiang, declarou que serão aprovados regulamentos para prolongar as férias do fim de semestre até 3 de fevereiro, juntamente com o Festival da Primavera, que seria concluído em 31 de janeiro.

O governo apela a que sejam tomadas medidas para reduzir a mobilidade humana no país e que se encorage o modelo de trabalho pela Internet.

Os serviços de transporte público foram suspensos em algumas cidades após a detecção do vírus em Wuhan e Hubei. É obrigatório o uso da máscara nas províncias de Guangdong (província de Cantão) e Jiang Shi, cuja população é de 150 milhões de pessoas.

É proibido o acesso e a saída de autocarros entre cidades como Pequim, Xangai, Tianjin e Xian.

Ainda não há vacinação ou medicamento contra o vírus, enquanto o número de mortes e a epidemia aumenta seriamente no país. O tamanho provável da epidemia no país é desconhecido, mas suspeita-se que o surto possa ter tido origem no mercado de mariscos de Wuhan, que entretanto foi encerrado.



Notícias relacionadas