Operação Fonte da Paz

"O objetivo é a paz
o alvo é o terrorismo"

ACNUR: “Morreram mais de mil migrantes em 2 019 ao tentarem atravessar o Mediterrâneo”

Charlie Yaxley, o porta-voz do ACNUR, disse que os navios de guerra da União Europeia no Mediterrâneo são insuficientes para fazer o resgate dos migrantes ilegais.

ACNUR: “Morreram mais de mil migrantes em 2 019 ao tentarem atravessar o Mediterrâneo”

Charlie Yaxley - o porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) – disse através de um comunicado que mais de mil migrantes perderam a vida este ano, ao tentarem atravessar o Mediterrâneo para chegar às costas da Europa. Yaxley classificou a situação como "um triste ponto marcante ".

Yaxley sublinhou que os navios de guerra da União Europeia no Mediterrâneo continuam a ser insuficientes no resgate aos imigrantes ilegais, e disse que a União Europeia deve iniciar novamente as atividades de busca e salvamento no Mediterrâneo, no âmbito do projeto Mare Nostrum, que permitiu resgatar milhares de pessoas no passado.

Ao apelar à União Europeia para que aumente  a capacidade de busca e resgate no Mediterrâneo, Yaxley disse que os navios dos países membros devem ser usados ​​nestas operações e que deve ser reconhecido o importante papel das organizações não-governamentais no salvamento das vidas no mar.

De acordo com a Organização Internacional para as Migrações, mais de 15 mil pessoas morreram desde 2 014, ao tentarem atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa.



Notícias relacionadas