Há mil 992 vítimas mortais desde o início da epidemia de cólera no Iêmen

O surto cobra a vida em 21 das 22 cidades

Há mil 992 vítimas mortais desde o início da epidemia de cólera no Iêmen

O relatório da Organização Mundial da Saúde enfatiza que a epidemia de cólera tirou a vida de mil 992 pessoas no Iêmen em quase 21 cidades do país e Hacce é a cidade mais atingida no país com 358 mortes.

Depois de Hacce, 240 pessoas morreram em Ibb, 222 pessoas em Al Hudeyde e 678 é o número de novos pacientes como resultado de novas confirmações. Enquanto isso, existem 405 mil 706 pessoas que sobreviveram à doença. Cerca de 3 milhões de pessoas tiveram que deixar suas casas devido aos conflitos que continuam no Iêmen nos últimos 2 anos e estão sob o risco de contrair cólera pela escassez de água limpa e a existência de resíduos que não são recolhidos por ninguém.



Notícias relacionadas