“Aqueles que dizem que se trata da legítima defesa de Israel, são cúmplices dos infanticídios”

Çelik reagiu contra a multidão que regozijou durante o incêndio na mesquita de Al Aqsa, após o ataque israelita.

1638036
“Aqueles que dizem que se trata da legítima defesa de Israel, são cúmplices dos infanticídios”
kalin.jpg

O porta-voz do Partido da Justiça e Desenvolvimento (Partido AK), Ömer Çelik, afirmou que Israel mata crianças com os seus caças.

“Qualquer pessoa que diga que esta agressão cruel é uma resposta de autodefesa de Israel, está a ser conivente com os infanticídios. Até agora, vemos que por trás de todas as ações e de todos os comentários ou notícias classificam os ataques como sendo o direito de Israel à legítima defesa, está o objetivo de ocultar a ofensiva dos cruéis e fanáticos como Netanyahu” – escreveu Çelik na sua conta nas redes sociais.

Çelik reagiu contra os aplausos do público durante o incêndio na mesquita de Al Aqsa, após o ataque israelita.

"É impossível caracterizar a crueldade e depravação daqueles que celebraram enquanto o santuário ardia".

Por outro lado, o porta-voz da Presidência da Turquia, Ibrahim Kalın, publicou na sua conta de Twitter a declaração das igrejas de Jerusalém, apelando a Israel para que pare com os seus atos violentos e provocatórios.

"Todos os muçulmanos, cristãos e judeus de bom senso, devem lutar juntos para impedir a invasão israelita, a crueldade e transgressões dos judeus extremistas".



Notícias relacionadas