Çavuşoglu confirma o apoio da Turquia à Bósnia e Herzegovina

“Sublinhamos o nosso apoio à unidade política e territorial e à soberania da Bósnia e Herzegovina. Estamos ao lado da amiga e fraterna Bósnia e Herzegovina ”

1634808
Çavuşoglu confirma o apoio da Turquia à Bósnia e Herzegovina

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoglu, que viajou à Bósnia e Herzegovina na terça-feira para fazer contatos oficiais, deu uma entrevista coletiva com seu homólogo bósnio, Bisera Turkovic, após reuniões de apenas uma pessoa e entre delegações.

Çavuşoglu afirmou que a Turquia continuará a apoiar o país dos Balcãs em sua luta contra a pandemia Covid-19.

“Tivemos reuniões muito frutíferas com Turkovic. Discutimos como poderíamos desenvolver ainda mais nossos relacionamentos já politicamente perfeitos em várias áreas. A Turquia sempre continuará a apoiar o povo bósnio sem fazer qualquer discriminação ”, deixou claro o ministro turco, anunciando que a Turquia forneceu ajuda com vacinas tanto quanto possível e que está sendo feito trabalho para fornecer mais vacinas.

"Em breve, usaremos a vacina turca", expressou.

O chefe da diplomacia turca especificou que a Turquia reagiu contra os documentos que circulavam alusivos à integridade territorial da Bósnia e Herzegovina.

"Quero enfatizar mais uma vez que essas disputas são muito perigosas não só para a região, mas também para toda a Europa."

O ministro afirmou que durante a sua visita oficial à Eslovénia a questão foi levantada e que as autoridades eslovenas não aceitaram estes documentos.

“A má conduta e o trabalho não autorizado não terão utilidade para ninguém”, frisou.

Çavuşoglu também foi recebido pelos membros da Presidência da Bósnia e Herzegovina.

Durante o encontro na Presidência em Sarajevo, o ministro encontrou-se com o Presidente do Conselho, Milorad Dodik, o membro bósnio Sefik Dzaferovic e o croata Zeljko Komsic.

“Sublinhamos o nosso apoio à unidade política e territorial e à soberania da Bósnia e Herzegovina. Estamos do lado de uma amiga e fraterna Bósnia e Herzegovina ”, escreveu em sua conta no Twitter.



Notícias relacionadas