"A Turquia é extremamente importante na luta contra o DAESH e o terrorismo internacional"

O secretário-geral da OTAN disse que “a Turquia, que faz fronteira com o Iraque e a Síria no sul, e não faz parte da UE, desempenha um papel muito importante na defesa da Aliança”.

1596412
"A Turquia é extremamente importante na luta contra o DAESH e o terrorismo internacional"

Entrevistado pela agência noticiosa francesa AFP, o Secretário-Geral da OTAN, Jens Stoltenberg, expressou que a defesa da Europa não se baseia na procura de uma autonomia estratégica que queira se pronunciar pela UE, mas sim nas relações transatlânticas.

“A maioria dos países da União Europeia são ao mesmo tempo aliados da OTAN. 90% da população europeia vive em países da OTAN ”, disse o Secretário-Geral que manifestou a sua satisfação pelos esforços de Bruxelas para aumentar as despesas com a defesa, mas se mostrou cético quanto à autonomia estratégica defendida pelo presidente da França, Emmanuel Macron.

“A Europa não pode ser defendida pela UE”, deixou claro.

Stoltenberg resumiu que apenas 20% dos gastos da OTAN com defesa vêm de países europeus que representam 90% da população do continente.

Alertou que a OTAN enfrenta um grande número de testes, como a ascensão da Rússia e da China, ciberataques e terrorismo internacional.

O secretário-geral da OTAN informou que “a Turquia, que faz fronteira com o Iraque e a Síria no sul, e não faz parte da UE, desempenha um papel muito importante na defesa da Aliança”.

Ressaltou que a Turquia é um país extremamente importante na luta contra o DAESH.

 



Notícias relacionadas