"A administração de Biden quer trabalhar de perto com a Turquia devido a sua importância estratégica

Kalın avalia as relações turco-estadunidenses na época do novo presidente Biden

1593797
"A administração de Biden quer trabalhar de perto com a Turquia devido a sua importância estratégica

O porta-voz presidencial Ibrahim Kalın chamou a atenção para o apoio dos EUA ao terrorismo e enfatizou que o governo do presidente dos EUA, Joe Biden, precisa mudar essa política.

Kalın deu uma entrevista coletiva sobre o progresso da agenda.

Enfatizando que as relações turco-americanas têm uma longa história, ele disse:

“Houve muitos altos e baixos nesse processo histórico. Mas também houve momentos muito bons e frutíferos em nossas relações em que diversas administrações chegaram ao poder, por sua vez, passamos por momentos de tensão. Mas se há algo que não muda é que a importância estratégica da Turquia na sua região nunca diminui ”.

O governo Biden vai querer trabalhar em estreita colaboração com a Turquia por sua importância estratégica, comentou Kalın, acrescentando:

“Claro que há alguns assuntos sobre os quais temos divergências. A entrega da aeronave F-35, as sanções do CAATSA e os sistemas de defesa de área S-400 adquiridos da Rússia representam um feixe de problemas. E questões como a presença nos EUA da Organização Terrorista Fetullahista (FETÖ), o fato dos EUA ainda não terem mostrado uma ação satisfatória para a Turquia e o apoio dado ao grupo terrorista e separatista PYD-YPG constituem nossas principais áreas de problemas ”.

Expressando que o apoio dado pelos EUA ao PYD-YPG representa uma ameaça direta à segurança nacional da Turquia, Kalın observou o seguinte:

“O fato dos EUA insistirem em sua política errônea sobre o PYD-YPG não garante uma solução para o conflito na Síria, assim como causa mais tensão e danos em nossas relações bilaterais. A administração Biden tem que revisar seriamente esta política. "

 



Notícias relacionadas