"Devemos perceber a importância da Turquia como parte da OTAN e do Ocidente"

Stoltenberg sublinhou que a Turquia é um importante aliado da NATO, uma vez que "este país faz fronteira com o Iraque e a Síria e desempenha um papel crucial na luta contra o grupo terrorista DAESH"

1543376
"Devemos perceber a importância da Turquia como parte da OTAN e do Ocidente"

Numa conferência de imprensa após o seu encontro com o Primeiro-Ministro português, Antonio Costa, o Secretário-Geral da OTAN Jens Stoltenberg sublinhou que a Aliança serve como uma plataforma para resolver as discrepâncias, quando existam, entre os aliados.

Ele recomendou que uma abordagem positiva fosse adotada em relação às discussões sobre a Turquia na Cúpula dos Líderes da UE.

“Todos nós devemos explorar abordagens e métodos positivos para lidar com as discrepâncias. É por isso que estabelecemos o mecanismo de redução da escalada entre a Turquia e a Grécia na OTAN. O objetivo é evitar incidentes indesejados entre os dois aliados, pois há um crescente contingente militar no Mediterrâneo Oriental. Estou feliz com a participação da Turquia e da Grécia neste mecanismo, e que os dois tenham cancelado alguns exercícios ", esclareceu o Secretário-Geral que declarou esperar que" as negociações técnicas turco-gregas na OTAN abram caminho para diálogos políticos através do qual as questões básicas entre os dois estados poderiam ser tratadas ”.

Stoltenberg sublinhou que a Turquia é um importante aliado da NATO, uma vez que “este país faz fronteira com o Iraque e a Síria e desempenha um papel crucial na luta contra o grupo terrorista DAESH”.

Ele ressaltou que a Turquia é o país que mais recebe refugiados no mundo, mais sírios, e que é a nação mais afetada por atos de terrorismo.

"Devemos perceber a importância da Turquia como parte da OTAN e também como parte da família ocidental", expressou o Secretário-Geral.



Notícias relacionadas