Le Figaro avalia a iniciativa da Turquia no Mediterrâneo Oriental

"Segundo Recep Tayyip Erdogan, a nova cooperação militar e energética com o governo líbio devastaria o Tratado de Sevres (1920) que desmembrou o Império Otomano após a Primeira Guerra Mundial", diz ele.

1467525
Le Figaro avalia a iniciativa da Turquia no Mediterrâneo Oriental

O jornal francês Le Figaro apresentou um artigo em coluna intitulado "Erdogan, o Conquistador", sobre o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

O artigo faz uma semelhança entre Erdogan e o sultão Mehmet, o Conquistador (imperador otomano), dizendo que o presidente turco quer transferir a força do antigo império para além das fronteiras, como nos dias do conquistador, e devolver o orgulho à Turquia.

Ele se refere ao fato de que Erdogan redesenhou o mapa do Mediterrâneo com o primeiro-ministro líbio, Fayez al-Sarraj. Ele prevê que este último tenha que chegar a um acordo com a Turquia depois que seus aliados ocidentais o deixaram em paz.

"Na opinião de Recep Tayyip Erdogan, a nova cooperação militar e energética com o governo líbio devastaria o Tratado de Sevres (1920) que desmembrou o Império Otomano após a Primeira Guerra Mundial", diz ele.

O artigo enfatiza que a questão das fronteiras marítimas no Mediterrâneo causa uma tensão entre a Turquia e a Grécia há décadas. O Presidente Erdogan deu instruções para conduzir sondagens no alto mar da Autoridade Cipriota-Grega e na Ilha de Meis.

"Uma nova luta pela riqueza começa no Mediterrâneo Oriental", diz o jornal.



Notícias relacionadas