A Turquia não permite que seus direitos sejam violados no Mediterrâneo Oriental

Entrevistado por uma rede privada de televisão, o chefe da diplomacia turca se referiu à exploração de hidrocarbonetos no Mediterrâneo Oriental.

A Turquia não permite que seus direitos sejam violados no Mediterrâneo Oriental

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğu, disse que não permitirá que os direitos da Turquia e da República Turca do Norte de Chipre (RTCN) no Mediterrâneo Oriental sejam violados por outros.

A 50ª edição do Fórum Econômico Mundial está sendo realizada na cidade suíça de Davos.

Entrevistado por uma rede privada de televisão, o chefe da diplomacia turca se referiu às explorações de hidrocarbonetos no Mediterrâneo Oriental.

"Nossas atividades de perfuração continuam em duas áreas. A primeira são as parcelas na plataforma continental. Elas estão em conflito com os locais autorizados pelo lado cipriota grego. Nós não os discutimos. Ninguém pode objetar que o povo cipriota turco tenha direito aqui ".

O ministro das Relações Exteriores da Turquia disse que o lado cipriota grego continua suas atividades de perfuração unilateralmente, sob os cuidados da União Europeia (UE).

"Nossa embarcação de perfuração concluiu suas explorações no sul de Karpas e seguiu para o oitavo lote. Estes são os locais licenciados pelo lado cipriota grego. Estamos prontos para cooperar aqui. Não permitimos que a lei da Turquia seja violada no país. No leste do Mediterrâneo, também estamos em campo e na mesa (de negociação)", afirmou.  

 



Notícias relacionadas