Akar a Esper: "A Turquia exerce o direito de legítima defesa em um ato hostil"

O ministro da Defesa Nacional, Hulusi Akar, falou por telefone com seu colega dos EUA, Mark Esper, sobre o acordo entre a Turquia e os Estados Unidos.

Akar a Esper: "A Turquia exerce o direito de legítima defesa em um ato hostil"

O ministro da Defesa Nacional turco, Hulusi Akar, conversou por telefone com seu colega americano Mark Esper.

O Ministério da Defesa Nacional informou que Akar e Esper, na conversa, enfatizaram que o estudo sobre o estabelecimento da zona segura alcançado entre a Turquia e os Estados Unidos em 17 de outubro de 2019 pretende ter sucesso no marco do respeito à integridade territorial da Síria.

Na conversa, foi declarado que os EUA devem cumprir seu compromisso e que a determinação de lutar contra o DAESH continua e foi esclarecido que as atividades de retirada que o PKK / YPG faz da zona segura são seguidas de perto, armas pesadas são coletadas e fortificações são destruídas dentro de 120 horas, conforme indicado no acordo.

Além disso, enfatizou-se que o direito à legítima defesa seria exercido em caso de assédio, ato ou atitude hostil em relação às forças armadas turcas.

Enquanto isso, o chefe de gabinete, general Yaşar Güler, falou por telefone com seu colega americano, general Mark Milley.Güler e Milley abordaram a segurança na Síria e os desenvolvimentos diários.



Notícias relacionadas