A Turquia defenderá a causa palestina até o fim

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu, avaliou as expressões do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu de anexar o vale do Jordão a Israel.

A Turquia defenderá a causa palestina até o fim

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu, avaliou no Twitter as críticas contra a Turquia após suas declarações na Reunião Extraordinária do Conselho de Ministros das Relações Exteriores da Organização para a Cooperação Islâmica, realizada em Jeddah (Arábia Saudita) para abordar a questão. Expressões do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu para anexar o vale do Jordão e colonos ilegais na Cisjordânia a Israel.

“Aqueles que se sentem desconfortáveis ​​com nossas declarações hoje assassinam brutalmente nossos irmãos palestinos sem discriminar crianças, aplicam o terrorismo de Estado de maneira vergonhosa aos olhos de todo o mundo e também tentam atacar nosso presidente sem vergonha. Defenderemos a causa justa até o fim! ”Çavuşoğlu publicou esta mensagem em turco e inglês.

O chefe da diplomacia turca, em seu discurso neste domingo, sobre o compromisso de Netanyahu de anexar uma parte da Cisjordânia a Israel, disse: “Esta declaração vergonhosa é uma tentativa vil de obter mais votos nas próximas eleições à custa da destruição as esperanças de alcançar uma paz duradoura no Oriente Médio."

Çavuşoğlu, além disso, indicou que Israel, que leva o coração com o apoio aberto de alguns países, continua com suas políticas agressivas que começam a punir o coletivo e até gradualmente se tornam um regime racista de apartheid.

Por seu lado, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yisrael Katz, postou no Twitter algumas expressões acusatórias ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan.


Etiquetas: Israel , Turquia , Palestina

Notícias relacionadas