Turquia convoca Asad e Rússia para acabar com as violações na Síria

O porta-voz presidencial acrescentou que "está fora de questão que o ponto de observação no.9 em Idlib seja fechado ou movido para outro lugar".

Turquia convoca Asad e Rússia para acabar com as violações na Síria

Após a sessão do Gabinete na quarta-feira no Complexo Presidencial (Külliye), o porta-voz da Presidência da Turquia, Ibrahim Kalin, apareceu diante da mídia.

“A reação ao ataque contra o comboio militar turco realizado na província síria de Idlib foi transmitida para o lado russo. Logo, o Hon. O Presidente Recep Tayyip Erdogan terá uma conversa telefônica com seu colega russo, Vladimir Putin”, disse o porta-voz que também se referiu à formação de uma“ zona segura ”no norte da Síria com os EUA.

“Os diálogos sobre sua aplicação, processo e conteúdo ativos continuam. Posso dizer que chegamos a um acordo no quadro básico. Num futuro próximo, patrulhas conjuntas começarão com as tropas turcas e americanas a leste do Eufrates”, disse ele.

O porta-voz do presidente acrescentou que "está fora de questão que o Ponto de Observação no.9 do Idlib seja fechado ou movido para outro lugar".

"Todo mundo vai continuar a operar onde eles estão atualmente localizados", disse ele.

Kalin convocou o regime de Assad e a Rússia - que o apóia - para pôr fim às infrações. "Eu reitero nosso chamado."

O porta-voz acrescentou que o presidente Erdogan está se preparando para telefonar para o presidente dos Estados Unidos.

"Além disso, uma cúpula tripartida será realizada em Ancara com a ajuda do Irã e da Rússia, em 16 de setembro", disse ele.


Etiquetas: Síria , Idlib , Turquia

Notícias relacionadas