Çavuşoğlu: "A Turquia tomará medidas contra se os EUA nos mostrarem uma posição hostil"

O chefe da diplomacia turca falou sobre os temas destacados na agenda.

Çavuşoğlu: "A Turquia tomará medidas contra se os EUA nos mostrarem uma posição hostil"

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu, disse que tomará medidas contra os EUA se demonstrar uma postura hostil em relação à Turquia.

Çavuşoğlu respondeu a perguntas sobre a agenda no programa de um canal privado.

A Turquia dá grande importância à sua indústria de defesa , faz investimentos sérios nessa área e agora tem 70% de autossuficiência nesse campo, disse ele.

Çavuşoğlu salientou que a Turquia está trabalhando duro para produzir seus próprios aviões de combate, tanques e helicópteros.

No caso em que os EUA não entreguem os F-35, a Turquia atenderá às suas necessidades recorrendo a outros lugares até que possa fazer suas próprias produções. E a aquisição do sistema S-400 para a Rússia é um exemplo disso, disse Çavuşoğlu.

"Se eles não nos derem os F-35 e se a Turquia for para outras alternativas , eles não poderão dizer nada. Naturalmente, a Turquia gostaria de garantir os produtos de que necessita através do projeto em que faz parte, mas se isso não acontecer, tem o direito de avaliar outras alternativas. Primeiro de tudo, quando chegar a hora, a Turquia dará e tomará as medidas necessárias que um país independente e livre deve dar.

Além disso, o chefe da diplomacia turca respondeu à questão de como a Turquia responderia se os EUA aplicassem sanções:

"Se as sanções forem implementadas, há respostas que daremos aos Estados Unidos. Tomaremos medidas contra se os EUA nos mostrarem uma postura hostil. Isso não é uma ameaça ou um blefe".

Çavuşoğlu concluiu suas palavras referindo-se aos ataques à cidade síria de Idlib :

"A responsabilidade de parar os ataques do regime de Beshar Al Asad , tem o nosso vizinho, a Rússia."



Notícias relacionadas