Erdogan: "Rejeitamos o esforço para criar novos feitos consumados em Jerusalém"

O Presidente Recep Tayyip Erdogan fez um discurso na V Cúpula dos Chefes de Estado e de Governo da Conferência sobre Medidas de Interação e Fortalecimento da Confiança na Ásia

Erdogan: "Rejeitamos o esforço para criar novos feitos consumados em Jerusalém"

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fez um discurso na Cúpula V de Chefes de Estado e de Governo Conferência dela na interação e confiança Medidas de Fortalecimento da Ásia (CICA), realizada no Tajiquistão.

Afirmou que, em vez de ordem, a desordem domina o mundo moderno.

"Fazemos todo o possível para acabar com a guerra e adquirir estabilidade em nosso vizinho Síria. Em transacções transfronteiriças, demos golpes graves contra as organizações terroristas DAESH, PKK / YPG que ameaçam o futuro da Síria ", disse.

Observou o apoio de alguns países ocidentais, principalmente os Estados Unidos, a organização terrorista separatista YPG / PKK na Síria.

"A política para erradicar a uma organização terrorista com a ajuda de outro fará com que mais sangue, mais ocupação, mais brutalidade e mais lágrimas", pronunciou.

Erdogan também reagiu à decisão dos EUA de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel. 

"Nós rejeitamos o esforço para criar novos fatos consumados em Jerusalém", ressaltou.

Por outro lado, antes da sessão, o presidente turco conversou com seu colega russo, Vladimir Putin.

Além disso, se reuniu com o presidente iraniano Hasan Rouhani como parte de suas conversações bilaterais.



Notícias relacionadas