"Trump deu o passo certo ao decidir se retirar da Síria"

O presidente Recep Tayyip Erdogan escreveu um artigo para o New York Times

1121749
"Trump deu o passo certo ao decidir se retirar da Síria"

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, enfatizou que o presidente dos EUA, Donald Trump, deu um passo correto ao decidir se retirar da Síria.

Erdogan escreveu um artigo para o jornal americano The New York Times.

O líder turco referiu-se à decisão de Trump de se retirar da Síria. Ele expressou que é necessário cooperar com os parceiros apropriados no planejamento da retirada e ressaltou a importância da Turquia.

"A retirada dos EUA deve ser cuidadosamente planejada e executada com os parceiros certos para proteger os interesses da comunidade internacional e do povo sírio.

A Turquia, que tem o segundo maior exército da OTAN, é o único país com poder e compromisso para cumprir essa missão ", afirmou.

Ressaltou que a Turquia não tem problemas com os curdos sírios e ressaltou que o grupo terrorista separatista YPG / PKK recruta crianças.

"Sabemos que muitos jovens sírios aderiram ao PYD / YPG, o ramo na Síria do PKK, considerado uma organização terrorista pela Turquia e pelos EUA, porque não tinham escolha em condições de guerra.

 De acordo com a Human Rights Watch, os terroristas do YPG violaram a lei internacional recrutando crianças.

Após a retirada dos EUA da Síria, vamos realizar uma investigação completa para reunir as crianças guerreiras com suas famílias ", declarou.

Erdogan também avaliou a luta da Turquia contra o DAESH, e deu a mensagem de determinação na luta contra o terrorismo.

Enfatizou que eles eliminaram o acesso da organização terrorista às fronteiras da OTAN através das operações Escudo e Ramo de Oliveira do Eufrates.

"Danificamos seriamente a capacidade do DAESH para realizar ataques terroristas na Turquia e na Europa.

Os terroristas nunca conseguirão a vitória. A Turquia continuará a tomar todas as medidas necessárias, tanto para sua própria segurança quanto para o bem da comunidade internacional ", disse.

No artigo, o presidente turco ofereceu pistas sobre os atores que desempenharão um papel no futuro da Síria.

"Nossa outra prioridade é garantir representação política suficiente para todas as partes. Sob vigilância turca, os territórios sírios, que atualmente estão sob o controle das organizações terroristas YPG / PKK e DAESH, serão governados pelas assembleias locais eleitas pelo povo. Todos sem vínculos com organizações terroristas terão o direito de representar suas comunidades nas administrações locais",apontou.

Erdogan ressaltou que a Turquia está trabalhando duro para adquirir a integridade territorial da Síria. Vamos aproveitar essas associações para resolver o problema na Síria ", explicou.



Notícias relacionadas