Turquia suspende o acordo de readmissão de refugiados com a Grécia

A decisão do governo turco foi tomada depois da Grécia libertar os membros da Organização Terrorista Gulenista.

Turquia suspende o acordo de readmissão de refugiados com a Grécia

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Mevlut Çavusoglu, disse que a Turquia suspendeu o acordo bilateral com a Grécia para a readmissão de refugiados, depois da decisão grega de libertar os membros da Organização Terrorista Gulenista (FETO).

O anúncio foi feito por Çavusoglu durante o seu discurso no evento “Encontros com o Media Locais”, que teve lugar na cidade turca de Antalya – no sul do país.

Perante a pergunta de um jornalista, que questionou Çavusoglu sobre se haveria sanções à Grécia por ter posto em liberdade os membros da Organização Terrorista Gulenista (FETO), depois destes terem sido postos sob custódia judicial na Grécia, o chefe da diplomacia turca disse que iria ser suspenso o acordo de readmissão de refugiados, assinado entre Ancara e Atenas.

“O que a Grécia está a fazer é inadmissível. O país que sofreu mais golpes foi a Grécia. O governo quer realmente resolver este assunto. Há muita pressão do Ocidente sobre a Grécia, e em particular sobre a justiça grega. A Grécia está a sofrer muita pressão do estrangeiro.

O acordo de readmissão de refugiados com a UE atualmente em vigor, será suspenso a nível bilateral com a Grécia. O processo ainda não acabou, vamos continuar os nossos trabalhos com a Grécia” – afirmou Çavusoglu.



Notícias relacionadas