Porta-voz da presidência Kalın: a adesão à OTAN não nos impede de alcançarmos áreas estratégicas

O porta-voz presidencial Ibrahim Kalin, "A política externa não é visto como um jogo de soma zero. A Turquia é membro da OTAN, e não é um obstáculo abrir-se às regiões estratégicas," disse.

Porta-voz da presidência Kalın: a adesão à OTAN não nos impede de alcançarmos áreas estratégicas

O porta-voz presidencial Ibrahim Kalin avaliou a visita do presidente Erdogan ao Uzbequistão e à Coreia do Sul publicado no jornal diário Sabah.

Kalın, "ser um membro da OTAN não constitui em um obstáculo para a Turquia a nossa abertura para regiões estratégicas", apontou.

A Turquia e Uzbequistão abriram uma nova página.

Enquanto a política interna se concentrava nas eleições de 24 de junho e a inesperada reaproximação na política mundial ocupava-se da Coreia, o presidente Recep Tayyip Erdogan visitou o Uzbequistão e a Coreia do Sul, os países mais importantes da Ásia Central e da região da Turquia.

Estas visitas, além de contribuírem para as relações bilaterais e a política externa da Turquia, revelaram uma perspectiva de 360 graus dada a crescente importância da Ásia.

"O Uzbequistão está tomando o seu lugar de direito no mapa do mundo".

A Turquia tem profundos laços históricos e culturais com a Ásia Central.

O Azerbaijão, o Cazaquistão,o Turcomenistão e o Quirguistão, a partir da década de 1990, quando conquistaram sua independência, tiveram excelentes relações políticas e econômicas.

Por alguma razão, o Usbequistão foi o elo perdido desta cadeia. Agora esta situação está mudando e o Uzbequistão está assumindo seu lugar no mapa do mundo.

Fonte:AA



Notícias relacionadas