Tribunal de Edirne mantém detidos os dois militares intrusos gregos

O tribunal de primeira instância decidiu manter detidos os dois soldados gregos, depois de avaliar o pedido de libertação dos seus advogados.

Tribunal de Edirne mantém detidos os dois militares intrusos gregos

O Tribunal de Edirne decidiu manter detidos os dois soldados gregos que foram presos numa zona militar turca, no passado dia 1 de março.

Os militares detidos são o tenente Aggelos Mitretodis e o sargento suboficial Dimitrios Koulatzis do exército grego.

O tribunal de primeira instância decidiu manter detidos os dois soldados gregos, depois de avaliar o pedido de libertação dos seus advogados.

Os dois militares compareceram perante o juiz, depois de terem sido capturados em Edirne. Os dois soldados gregos são acusados de “tentativa de espionagem militar” e de “intrusão em zona militar proibida”.

No seu testemunho, os soldados disseram que atravessaram a fronteira turca quando seguiam pegadas na neve, e que estavam a gravar imagens nos seus telefones móveis para as enviar aos seus superiores.



Notícias relacionadas