Atos maciços em toda a Turquia contra a decisão de Trump

Em toda a Turquia, aumenta a onda de reações contra a medida de Trump de proclamar Jerusalém como a capital de Israel

864506
Atos maciços em toda a Turquia contra a decisão de Trump

O vice primeiro-ministro turco, Bekir Bozdag, disse que os EUA são o responsável número um por qualquer contratempo que venha acontecer em Jerusalém.

“Hoje condenamos Israel pelo que aconteceu na Mesquita de Al Aqsa, a Cisjordânia e a administração de Trump que o possibilitaram. Convocamos Israel para atuar com razão e parar a violência”, afirmou Bozdag.

Em toda a Turquia, aumenta a onda de reações contra a medida de Trump de proclamar Jerusalém como a capital de Israel. Protestos foram realizados em 81 províncias turcas depois da oração de sexta-feira. As multidões foram para as praças expressar seu apoio à Palestina.

Os protestantes gritavam contra os EUA e Israel, levando as bandeiras turca e palestina.

Os atos foram apoiados por ONGs e sindicatos.

No sermão de sexta-feira dos muçulmanos (khutba) foi enfatizado que a medida dos EUA sobre Jerusalém é um grande golpe contra a consciência da humanidade.



Notícias relacionadas