“O processo de adesão da Turquia à UE transformou-se numa peça de teatro”

O presidente turco disse que não será a Turquia a atirar a toalha ao chão.

813875
“O processo de adesão da Turquia à UE transformou-se numa peça de teatro”

Falando num evento da Organização Cooperação Islâmica (OCI) em Istambul, o presidente turco disse que as leis que a Turquia aprovou com sinceridade e rapidez, no âmbito do processo de integração na UE, talvez não sejam suficientes para uma plena adesão mas permitiram elevar consideravelmente os standards democráticos.

“Quando a UE se mostra indecisa, nós saímos. Vamos continuar a fazer o nosso caminho com a aplicação dos Critérios de Copenhaga como se fossem os Critérios de Ancara” – afirmou Erdogan – que disse ainda que “O processo de adesão da Turquia à UE transformou-se numa peça de teatro”.

O presidente turco acrescentou também que a União Europeia é quem deve tomar a decisão sobre a adesão da Turquia e anunciar essa decisão ao mundo: “Vamos esperar com paciência até ouvirmos a decisão”.

Falando sobre o resultado das eleições na Alemanha, Erdogan disse que “toda gente vê muito claramente a realidade. Não temos qualquer problema com os standards da democracia, do povo e das liberdades. Não queremos ter problemas com nenhum país. O nosso problema está apenas com as formas de governo”.

Erdogan disse também que é inadmissível que as regras não sejam cumpridas com outros países candidatos, mas sejam muito exigentes com a Turquia: “O único problema que encontramos é o facto da UE não cumprir com as suas responsabilidades e não cumprir com as suas promessas”.



Notícias relacionadas