Turquia condena o último teste de míssil norte-coreano

O Ministério das Relações Exteriores descreve o lançamento de mísseis sobre o Japão como "provocativo".

798528
Turquia condena o último teste de míssil norte-coreano

A Turquia denunciou o último teste de mísseis balísticos da Coreia do Norte e pediu ao estado isolado para parar seu "comportamento provocativo".

"Condenamos o lançamento do míssil balístico conduzido pela República Popular Democrática da Coreia (RPDC) em 29 de agosto de 2017 nos termos mais fortes", disse o Ministério das Relações Exteriores em um comunicado na terça-feira.

A trajetória do míssil, voando sobre um estado vizinho, é um testemunho adicional do comportamento imprudente e provocativo adotado pela RPDC, acrescentou.

A Turquia disse que Pyongyang estava "desconsiderando suas obrigações internacionais" e disse que a Coreia do Norte "continua suas políticas irresponsáveis violando flagrantemente as resoluções do Conselho de Segurança da ONU".

"A RPDC deve cessar os lançamentos de mísseis balísticos e outras atividades que ameaçam a segurança e estabilidade regional e global, e respeitem as resoluções relevantes do CSNU", acrescentou.

O país autocrático isolado na segunda-feira disparou um míssil balístico sobre o Japão pela primeira vez em duas décadas, exasperando seus vizinhos e os Estados Unidos.

O projétil voou em torno de 2.700 quilômetros (1.678 milhas) e "passou pelo céu sobre o Japão", de acordo com uma declaração do Chefe de Estado Maior Conjunto da Coreia do Sul.



Notícias relacionadas