Erdogan: ONU deve exercer pressão sobre o governo de Myanmar

O presidente da Turquia discutiu por telefone com o secretário-geral da ONU sobre a violência em Myanmar

798969
Erdogan: ONU deve exercer pressão sobre o governo de Myanmar

O presidente Recep Tayyip Erdogan pediu na quarta-feira que o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pressionasse o governo de Myanmar sobre a violência no estado de Rakhine, que teria deslocado e matado milhares de muçulmanos Rohingya.

Fontes presidenciais turcas disseram que Erdogan realizou um telefonema á Guterres sobre a situação humanitária em Myanmar.

Erdogan sublinhou a "importância vital" da intervenção urgente da ONU e da comunidade internacional para parar a crise, segundo a fonte.

O líder turco também disse que era "inaceitável" que as forças de segurança de Myanmar atacassem os muçulmanos rohingya inocentes ou usassem de força desproporcional contra os civis.

Erdogan também disse que a Turquia estava fornecendo ajuda humanitária e estava pronta para prestar mais assistência na região.

Ele acrescentou que o país também estava em contato com organizações como o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, a Organização de Cooperação Islâmica e países relevantes como os EUA, Malásia, Indonésia, Tailândia e Bangladesh.

Guterres agradeceu a Erdogan por sua sensibilidade sobre o assunto e deu informações sobre o trabalho em curso e os contatos estabelecidos para acabar com a crise humanitária em Myanmar.

 

Fonte: AA



Notícias relacionadas