Turquia condena palavras do porta-voz do Ministério do Exterior de Israel

"A mesquita de al-Aqsa - o terceiro lugar mais sagrado dos muçulmanos - está na vanguarda das questões que mais importam em todo o mundo islâmico"

Turquia condena palavras do porta-voz do Ministério do Exterior de Israel

O porta-voz do Ministério dos Negócios Exteriores turco, Hüseyin Müftüoğlu, referiu-se à declaração do porta-voz do Ministério do Exterior de Israel sobre a reflexão do presidente Erdoğan em torno da situação em Haram al-Sherif.

"Condenamos a declaração insolente do porta-voz israelense. Comunidades de diferentes religiões e seitas na Palestina conviveram juntas durante séculos e praticavam suas religiões livremente na época otomana. Espera-se que os judeus apreciem melhor esta intolerância sem precedentes. No dia de hoje, a liberdade de religião dos judeus está assegurada pelo nosso estado na República da Turquia. A Mesquita de al-Aqsa - o terceiro lugar mais sagrado dos muçulmanos - está na vanguarda das questões que mais importam para todo o mundo islâmico ".

Müftüoğlu disse que "é óbvio que não será útil para a paz na região e para a solução do conflito  Israel- Palestina o esforço de Israel para dissimular que Jerusalém Oriental está sob ocupação no 50.° aniversário da ocupação israelense em Gaza e na Cisjordânia . O que recai sobre Israel é voltar ao status quo em Haram al-Sharaf e levantar todos os obstáculos à liberdade de culto. "



Notícias relacionadas