Detidos 21 suspeitos de serem da FETO

Suspeitos estão sob investigação de participarem da Organização Terrorista de Fetullah (FETO), acusada de estar por trás do golpe de julho passado

Detidos 21 suspeitos de serem da FETO

O escritório do procurador-chefe de Istambul iniciou no sábado uma nova investigação sobre os 21 suspeitos que seriam libertados como parte de uma investigação sobre a rede de mídia da FETO, disse uma fonte judicial.

A nova investigação, que prolonga a detenção em curso, acusa os suspeitos - incluindo a cantora turca Atilla Tas - de tentarem destruir o governo turco e a ordem constitucional.

Um tribunal de Istambul ordenou sua libertação na sexta-feira, para surpresa e consternação de muitos que usaram as redes sociais para protestar contra a decisão, incluindo legisladores e jornalistas.

De acordo com o governo da Turquia, o grupo terrorista FETO e seu líder que mora no EUA, Fetullah Gulen, orquestraram o golpe fracassado de julho de 2016, que deixou 249 pessoas martirizadas e quase 2.200 feridas.

Ancara também afirma que a organização está por trás de uma longa campanha para derrubar o Estado através da infiltração em instituições turcas, particularmente militares, policiais e judiciais.

Na esteira da tentativa de golpe, dezenas de milhares de suspeitos da FETO foram presos, incluindo muitos das forças armadas, policiais, sistema judicial, educação e setor empresarial.

Fonte: AA



Notícias relacionadas