Turquia planeia aplicação de sanções diplomáticas à Holanda, que baniu ministros turcos

“Serão dados todo o tipo de respostas à Holanda. Faremos com que a Holanda chegue ao ponto de pedir perdão” – avisou o ministro à Europa, cujo racismo está em alta.

Turquia planeia aplicação de sanções diplomáticas à Holanda, que baniu ministros turcos

O vice-primeiro ministro da Turquia, Numan Kurtulmus, reuniu-se com empresários em Istambul.

“Serão dados todo o tipo de respostas à Holanda. Faremos com que a Holanda chegue ao ponto de pedir perdão” – avisou o ministro à Europa, cujo racismo está em alta.

Kurtulmus salientou que a o referendo de 16 de abril não interessa aos holandeses austríacos ou alemães. “Os turcos na Europa irão depositar os seus votos como um dos seus direitos constitucionais”.

Kurtulmus disse também que “o facto de não se permitir aos ministros turcos que digam o que têm a dizer nos países europeus, serve à extrema direita que está em alta. Este comportamento xenófobo, ultra racista, islamofóbico e antiturco, beneficia os neonazis da Europa, caso os políticos insistirem nisto. Após alguns anos, os políticos europeus chegaram a um ponto de paralisia nas suas próprias campanhas eleitorais”.

O vice-primeiro ministro turco pediu aos seus compatriotas no estrangeiro que sejam cautelosos com as provocações.



Notícias relacionadas