2 chineses presos e acusados de ajudar atirador de casa noturna de Istambul

Dois cidadãos chineses foram presos e acusados de ajudar o atirador que matou pelo menos 39 pessoas em uma boate popular em Istambul no ano novo.

2 chineses presos e acusados de ajudar atirador de casa noturna de Istambul

Dois cidadãos chineses foram presos e acusados em conexão com o tiroteio em massa em um clube noturno de Istambul, nas primeiras horas do Ano Novo, que matou pelo menos 39 pessoas.

Omar Asim e Abu liezi Abu Duhamiti, são ambos uigures - uma minoria étnica muçulmana na China.

Eles foram acusados de 39 acusações, incluindo de ajudarem no assassinato em primeiro grau e serem membros de uma organização terrorista.

Eles são suspeitos de fornecer armas ao atirador e ajudá-lo a alugar um apartamento na cidade turca de Konya.

O grupo terrorista Daesh assumiu a responsabilidade pelo ataque.

O homem que realizou o ataque permanece em liberdade.

Fonte: TRTWorld



Notícias relacionadas