Erdogan promete ajudar África contra o terrorismo

Presidente turco diz que grupos como o Boko Haram e Al-Shabaab estão "explorando o Islã".

503729
Erdogan promete ajudar África contra o terrorismo

O presidente Recep Tayyip Erdogan prometeu na sexta-feira que a Turquia estava pronta para apoiar os países africanos na luta contra o terrorismo.

Em uma entrevista transmitida no site da CNBC África, Erdogan disse:

"Eu sei que há problemas graves em muitos lugares na África. Vamos continuar a dar todo o apoio aos países que sofrem com o terrorismo ".

Os comentários de Erdogan aconteceram durante sua visita ao Quênia. O presidente turco está em uma visita oficial a vários países africanos, incluindo, Somália e Uganda.

Notando que a Turquia perdeu quase 40.000 pessoas em décadas de duração de luta contra o grupo terrorista PKK, Erdogan disse: "Nós pagamos um preço alto pelo terrorismo."

O PKK - listado como uma organização terrorista pela Turquia, os EUA e a UE - retomou sua campanha armada de 30 anos contra o Estado turco em julho de 2015.

Desde então, cerca de 500 agentes de segurança, incluindo soldados, policiais e guardas de aldeia foram martirizados, e mais de 4.900 terroristas do PKK mortos em operações em toda a Turquia e norte do Iraque.

Afirmando que o terror não têm religião, raça ou nação, Erdogan criticou o uso do termo "terror islâmico".

"Não é possível aceitar isso", disse Erdogan, acrescentando que grupos terroristas como o Daesh e o Boko Haram estavam tentando explorar o Islã.

Grupos terroristas, como Boko Haram e Al-Shabaab estão ativos em algumas partes da África.



Notícias relacionadas