Começa em Istambul a Cúpula Mundial da Ajuda Humanitária

A Cúpula, que está sendo realizada em Istambul com a participação de cerca de 60 chefes de Estado e de Governo entre 23 a 24 de maio, tentará encontrar maneiras de resolver os problemas na área de ajuda humanitária

Começa em Istambul a Cúpula Mundial da Ajuda Humanitária

A Cúpula de Ajuda Humanitária, realizada pela primeira vez na Turquia, está acontecendo em Istambul com a participação de cerca de 60 chefes de Estado e de Governo entre 23-24 de Maio.

A Cúpula, que se realiza por iniciativa do Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, no âmbito da organização do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), tentará encontrar maneiras de resolver problemas relacionados á ajuda humanitária.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, discursou na abertura, lembrando que a Turquia, que sabe muito bem que a dor não tem cor, língua ou religião, hospeda mais de 3 milhões de refugiados sírios e iraquianos.

"Quero mostrar com grande orgulho que, embora este processo continua, não fechamos as portas para os iraquianos são sírios, que ao enfrentar ameaças, fogem para a Turquia.", disse Erdogan .

Ele acrescentou que a Turquia tem implementado milhares de projetos de ajuda humanitária e de desenvolvimento em mais de 140 países.

Nas sessões da cúpula, os líderes mundiais vão anunciar suas idéias em nome do progresso no documento "Agenda da Humanidade", e mesas-redondas serão organizadas a um nível elevado, onde os líderes vão declarar os seus compromissos sobre questões que o mundo enfrenta no contexto de crises humanitárias.

A cúpula visa também que políticas eficazes sejam determinadas com relação á estratégias de ajuda humanitária e situações de emergência.



Notícias relacionadas