Erdogan diz que a Turquia não pode virar as costas para questões globais

Presidente Erdogan aborda a juventude turca durante a celebração do Dia da Juventude e dos Esportes em 19 de Maio, enfatizando a importância da independência do país.

Erdogan diz que a Turquia não pode virar as costas para questões globais

A Turquia não tem nem a opção nem o direito de virar as costas para a sua região ou o mundo em geral, disse o presidente Recep Tayyip Erdogan, na quinta-feira.

As observações do presidente aconteceram durante uma recepção realizada no complexo presidencial na capital, Ancara onde ele recebeu um grupo de jovens no dia 19 de maio em comemoração ao Dia da Juventude e dos Esportes.

A data marca o início da Guerra da Independência da Turquia e do surgimento da Turquia moderna, que é celebrado anualmente em cerimônias oficiais em todo o país.

Notando isso, Erdogan disse que a luta do país por sua independência e seu futuro nunca terminou e deve sempre continuar.

"Mesmo quando olhamos para trás nos 93 anos de história da nossa república, podemos ver que a nossa luta pela independência se manteve sob nomes diferentes", disse o presidente.

"Os eventos que estão ocorrendo nos Balcãs, no Cáucaso, do norte ao sul, estão intimamente relacionadas com nosso passado e presente.

"Quem pode dizer, reivindicar ou imaginar que as coisas que acontecem na Síria, no Iraque e no Oriente Médio não têm nada a ver com a gente? Ou os acontecimentos na Líbia e no norte da África? Ou no Mar Negro, Mediterrâneo e Mar Egeu?" Ele perguntou.

Em 19 de Maio de 1919, Mustafa Kemal Ataturk chegou na cidade portuária do Mar Negro de Samsun da capital otomana de Istambul para ganhar apoio para lutar a guerra de independência após a partição do Império Otomano no final da Primeira Guerra Mundial.

A República Turca emergiu como um estado depois de Ataturk, um ex-oficial Otomano, e seus companheiros ganharam a Guerra da Independência contra os gregos, armênios, e apoiar as forças aliadas.

Fonte: TRTWorld e agências



Notícias relacionadas