Erdogan fala sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan reitera desejo de reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas durante sua turnê no Oeste Africano

443019
Erdogan fala sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Na terça-feira (1) o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan repetiu seu desejo de que o Conselho de Segurança das Nações Unidas fosse reformado para o benefício dos países pobres e subdesenvolvidos.


Ele fez os comentários durante um discurso no Parlamento do Gana, durante a segunda parada em sua quarta nação, na turnê pelo Oeste Africano.

Erdogan descreveu o Conselho de Segurança da ONU como "um sistema desigual”, que não reflete a vontade dos países pobres e subdesenvolvidos.

Ele disse aos deputados de Gana em Accra que todas as questões importantes dependem apenas dos cinco países atualmente, incluindo China, Rússia, Reino Unido, Estados Unidos e França.

"O mundo é maior do que cinco", disse Erdogan referindo-se aos cinco membros permanentes do sistema de tomada de decisão do Conselho de Segurança.

"Devemos dar um passo" e tentar mudar o sistema, acrescentou Erdogan.

"A Turquia está em terceiro lugar [em ajuda] aos paíes não desenvolvidos ou menos desenvolvidos em todo o mundo. Quando comparamos o rendimento nacional dos países que fornecem ajuda humanitária, a Turquia está em primeiro lugar ", disse ele.

Turquia e Gana estão determinados a contribuir para a paz regional, bem como para a paz mundial, disse Erdogan.

Acrescentou que a Turquia continua a combater o terrorismo nacional e internacional.

Erdogan chegou no Gana na segunda-feira (29) e participou de um Fórum Empresarial entre Turquia-Gana no início dessa terça-feira (1).

Durante a sua turnê pela África, o presidente turco visitará também a Nigéria e o Guiné.


Notícias relacionadas