30 de agosto: Dia da Vitória

Boa festa da vitória às forças armadas e ao povo turco, ao nosso belo país fundado pelo sangue dos heróis, mártires e veteranos.

 30 de agosto: Dia da Vitória

Hoje celebramos o Dia da Vitória, uma celebração que tem grande importância para o nosso país. A 30 de agosto de 1922, os militares turcos derrotaram as últimas potências ocupantes e a Anatólia foi libertada. Os principais vencedores da Primeira Guerra Mundial, a Inglaterra, a França, os EUA, a Itália e a Grécia reconheceram a vitória do exército da Grande Assembleia Nacional da Turquia, dirigido a partir de Ancara e terminaram a sua ocupação de Istambul e da Trácia. As negociações de paz em Lausanne permitiram a proclamação da República da Turquia.

Tendo participado na Primeira Guerra Mundial, juntamente com a Alemanha e seus aliados, o Império Otomano teve que aceitar a derrota com a assinatura do armistício de Mondros, em 1918, porque os seus aliados perderam a guerra. Na sequência deste tratado, os vencedores começaram a dividir o Império Otomano e partilha-lo entre si. Os vencedores tinham navios ancorados em frente ao Palácio Dolmabahçe e ameaçavam a independência do povo turco. Pouco depois, tropas terrestres também chegaram a Istambul e começou a ocupação. Mustafa Kemal Pasha foi um dos patriotas que se encontraram secretamente em Istambul para mudar o destino do país, após a ocupação. Tendo conseguido parar os inimigos em Çanakkale devido às rápidas decisões que tomou, Mustafa Kemal Pasha tornou-se uma figura lendária em toda a Anatólia.

Assistente militar do Sultão Vahdettin, Mustafa Kemal era também reconhecido pela Corte Imperial. Ameaçado pelas forças estrangeiras, o Sultão Vahdettin instruiu Mustafa Kemal a tomar o controlo dos incidentes registados na Anatólia. Quando ele chegou a 19 de maio de 1919 a Samsun, o exército grego tinha ocupado Izmir e avançava para as cidades próximas. Na sua circular de Amasya, Mustafa Kemal disse que o país estava em perigo, mas que o povo turco nunca poderia ser feito refém. Em seguida, ele pediu que as forças nacionais se unissem. Este apelo foi apoiado pelo Kuvay-ı Milliye, organização que detinha o poder em toda a Anatólia.

Conforme decidido durante o Congresso de Erzurum e Sivas, uma Assembleia Nacional foi constituída em Ancara. Os membros desta nova Assembleia, de todo o país, decidiram formar um novo governo e um novo exército nacional.

Posteriormente, o exército grego encontrou a sua primeira verdadeira resistência durante as primeira e segunda batalhas de Inonu. Neste periodo, os grupos armados nacionais sob a liderança de Çerkez Ethem enfrentaram as forças de ocupação e alcançaram missões importantes. O avanço dos gregos, que queriam ocupar mais terras na Anatólia e destruir o governo de Ancara, com o apoio dos britânicos, foi travado pelos soldados turcos.

Todos os anatolianos, incluindo turcos, curdos, Laz, circassianos, gritaram ao mundo que estavam determinados a tomar em mão o seu próprio destino e futuro.

Durante a Grande ofensiva, que começou a 26 de agosto de 1922, o exército nacional infligiu uma derrota importante sobre as forças de ocupação. As vitórias conseguidas durante 4 dias consecutivos determinaram o resultado da guerra a 30 de agosto. A nossa vitória abriu o caminho para Izmir ao nosso exército. Os soldados inimigos, das forças de ocupação, fugiram destruindo e queimando cidades da Anatólia. O comandante do exército grego Trikopis também estava entre os detidos. A libertação da cidade de Izmir fortaleceu a vitória do exército turco. Em pouco tempo, toda a Anatólia foi libertada dos ocupantes e o Armistício de Mudanya, assinado com os vencedores, libertou Istambul e a Trácia sem mais combates. A vitória turca fez desaparecer as condições causadas pela Primeira Guerra Mundial, enquanto terminou com o período otomano e garantiu a proclamação da República da Turquia.

Desejamos uma boa festa da vitória às forças armadas e ao nosso povo e lembramos, com gratidão, todos os heróis, mártires e veteranos que nos deram o nosso belo país.


Etiquetas:

Notícias relacionadas