Turquia continua o seu apoio ao povo de Kobani

O presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, disse que a Turquia não tem uma visão sectária dos problemas do Médio Oriente.

Turquia continua o seu apoio ao povo de Kobani

Em alusão aos ataques dos terroristas do estado islâmico contra o povo sírio de Kobani, Erdoğan disse que os que têm como alvo civis inocentes, no mês sagrado do Ramadão, não têm nada com o islão.

“A Turquia é um país que sofreu demasiado com o terrorismo e com organizações terroristas. Nunca olhamos, nem olhamos hoje em dia, para os problemas na Síria, por um ponto de vista sectário”, explicou.

Lembrou que a Turquia está do lado dos oprimidos do mundo e acrescentou que está empenhado em resolver o problema do povo turcomano, Uigur, que está sob pressão do governo chinês.

O presidente turco informou que visitou a região onde vivem os uigures, e que foi concedida a nacionalidade turca a milhares de uigures que foram obrigados a deixar as suas casas.

Erdoğan sublinhou que a Turquia não faz descriminação étnica ou religiosa, no apoio aos necessitados.

O presidente disse que, nos últimos cinco meses, foram enviados cerca de 2 mil carregamentos cheios de ajuda humanitária a Kobani e afirmou: “Como até hoje, manteremos a nossa ajuda e suporte, até ao final, aos nossos irmãos na Síria e Iraque”.


Etiquetas:

Notícias relacionadas