Dois membros de partido pró-curdo mortos no sudeste da Turquia

Confronto entre membros de dois partidos pró-curdos, HDP e Partido da Causa Livre, sobre hasteamento de bandeiras do partido.

Dois membros de partido pró-curdo mortos no sudeste da Turquia

Dois suspeitos foram detidos depois que dois membros do Partido islamista e do Partido pró-curdo Partido Causa Livre (Huda-Par) foram mortos na sexta-feira, na província de Sirnak, no sudeste da Turquia, disseram as autoridades locais.

As mortes ocorreram depois que os membros do Huda-Par tiveram uma discussão na vila Kozluca de Sirnak com apoiantes do Partido Democrático dos Povos (HDP), que também tem uma ampla base entre os eleitores curdos.

Uma declaração foi emitida pelo gabinete do governador de Sirnak, indicando que duas pessoas consideradas membros do partido HDP abriram fogo contra dois defensores Huda-Par, que mais tarde morreram no hospital.

Uma arma foi recuperada na cena do crime e uma investigação pelo Ministério Público está em curso, acrescentou o comunicado.

A tensão permanece alta na vila Kozluca. As forças gendarmerie se instalou e restringiu a entrada para a aldeia.

Testemunhas disseram a agência Anadolu que a briga começou depois que membros do HDP vieram para Kozluca para pendurar bandeiras do partido, e os membros Huda-Par se opuseram.

Na briga que se seguiu, tiros foram notificados de um grupo de membros do HDP, ferindo Muhammed Serif Simsek (34) e Abdulcelil Talayhan (38). Ambos morreram mais tarde em um hospital na província vizinha de Mardin.

A Turquia se prepara para as eleições gerais em 7 de junho.

Cerca de 56 milhões de cidadãos turcos têm direito a voto na 25ª eleição parlamentar do país para escolher 550 legisladores.


Etiquetas:

Notícias relacionadas