Revista de Imprensa Turca: 01.02.2019

Eis os temas hoje em destaque nos jornais de referência da Turquia:

Revista de Imprensa Turca: 01.02.2019

Sabah: “Çavusoglu: o Acordo de Adana não serve”

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Mevlut Çavusoglu, abordou os detalhes do Acordo de Adana: “Há uma nota no anexo do acordo. No final é dito que se não forem dados passos nos termos acordados, a Turquia reserva o seu direito de efetuar as operações necessárias na Síria e poderá fazê-lo. Por isso esta expressão não é adequada”.

 

Haber Turk: “Reação severa da Turquia à decisão do Conselho de Segurança da ONU sobre Chipre”

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia avaliou as instruções dadas à Missão de Força Pacífica da ONU em Chipre, aprovada no dia 30 de Janeiro: “A decisão não contribui de forma realista para os esforços de solução da questão cipriota. É uma ausência importante a falta de autorização das sedes da República Turca de Chipre do Norte sobre o alargamento do prazo da missão dos Capacetes Azuis da ONU.

Deviam estar sobre a mesa todas as alternativas com duas regiões, sem excluir a solução federal baseada em duas partes com igual poder político”.

 

Yeni Safak: “Aumento nas exportações”

As exportações da Turquia continuaram a subir em dezembro de 2 018. O Instituto de Estatística da Turquia (TUIK) e o Ministério do Comércio e Alfândegas deram a conhecer os números finais do comércio externo da Turquia em 2 018. De acordo com os números avançados, as exportações turcas de dezembro aumentaram 0,2% face ao mês anterior, alcançando um valor total de 13,87 mil milhões de dólares.

Por região, a UE foi o principal destino das exportações turcas, com a Alemanha a ser o principal mercado dos produtos exportados pela Turquia.

 

Hurriyet: “Exportações de tomate turco para a Rússia valem 30 milhões”

Em 2 018, a Turquia exportou para a Rússia 37 107 toneladas de tomate, no valor total de 30,634 milhões de dólares. Este é um valor mais de 10 vezes superior ao registado em 2 017, quando a Turquia exportou apenas pouco mais de 2 mil toneladas de tomate para a Rússia, no valor 2,2 milhões de dólares.

 

Vatan: “TUIK anunciou os números e deu boas notícias à Turquia”

O número de visitantes que a Turquia recebeu em 2 018 foi de 46 112 592, incluindo as vindas de cidadãos turcos que vivem no estrangeiro e visitaram o seu país.

De acordo com a declaração emitida pelo Ministério da Cultura e Turismo da Turquia, em 2 018 registou-se um aumento de 21,84% no número de visitantes, com um total de 39 488 401 visitantes estrangeiros a virem à Turquia.

Se a este valor de quase 39,5 milhões de visitantes juntarmos as chegadas de mais de 6,6 milhões de turcos que vivem no estrangeiro, o número de visitantes da Turquia no ano passado foi superior a 46 milhões.

Ainda de acordo com os dados publicados pelo ministério, o principal país emissor de turistas para a Turquia e em que o turismo mais cresceu foi a Rússia, com um aumento de 26,49% no ano passado. Da Rússia, vieram quase 6 milhões de turistas em 2 018.

Atrás da Rússia surgem depois a Alemanha com mais de 4,5 milhões de visitantes e a Bulgária com 2,38 milhões.



Notícias relacionadas