Revista de imprensa turca: 17.01.2017

Eis os principais temas hoje em destaque nos jornais da Turquia:

Revista de imprensa turca: 17.01.2017

Haber Turk: “Foi capturado o autor do ataque na discoteca”

O cidadão uzbeque Abdulkadir Masharipov, que abateu 39 pessoas no clube noturno Reina na noite de ano novo em Istambul, foi capturado durante uma operação lançada num bairro de Istambul. 5 pessoas foram detidas, incluindo um quirguiz e três mulheres.

Esta célula da organização terrorista DAESH – que foi desmantelada após a captura de Masharipov – usava mulheres africanas a receber educação para não chamar a atenção. Elas ficavam depois muito tempo no apartamento onde estava Masharipov. Eram também estas mulheres quem fazia as compras e as deslocações.

Para esta operação de captura de Masharipov, foi criada uma equipa especial de mil pessoas.

 

Star: “Nós amamos a Turquia”

Os manequins e top models estrangeiros que desenvolvem as suas carreiras na Turquia, uniram-se contra a imagem que alguns tentam criar depois dos ataques terroristas.

“Nós amamos a Turquia, não tenham medo e venham cá. É um belo país” – dizem os manequins num vídeo em inglês. Este vídeo já foi visto por muitas pessoas e continua a ser partilhado nas redes sociais. Este comportamento exemplar e que nos toca por parte dos manequins que trabalham na Turquia, foi apreciado por muitas pessoas.

 

Sabah: “As crianças levadas à morte pelo PKK”

Os relatórios dos serviços de informação mostram fotos, nomes e as datas das mortes de crianças raptadas ainda muito novas, pela organização terrorista PKK e orientadas para a sua morte nas baixas patentes. Os relatórios indicam que estas crianças são expostas a violência sexual e física por parte dos terroristas do PKK. Os relatórios indicam também que o PKK promete oferecer dólares às crianças terroristas que são enviadas para recolher lenha, cavar posições e fossas séticas, cozinhar, lavar a louça e a roupa, e ficar de guarda quando não há combates.

Os textos sublinham que os dirigentes da organização terrorista usam as meninas para seu prazer, abusando sexualmente delas.

Na conclusão do relatório, indica-se que a representação na Síria da organização, o YPG, retira à força algumas crianças das suas famílias, e as envia para os combates onde dezenas acabam por morrer.

 

Vatan: “A infraestrutura económica da Turquia é forte”

O ministro das finanças, Naci Agbal, fez saber que os parâmetros da economia turca são sólidos. Ele salientou que a Turquia tem várias vantagens e que a economia continua a crescer apesar de todos os desequilíbrios globais:

“A principal responsabilidade do nosso governo é de reforçar o crescimento apesar de todos os riscos, criar empregos, baixar a taxa de desemprego e obviamente a inflação. Os dados a que temos acesso desde alguns meses, apontam para uma melhoria na economia” – indicou Agbal.

 

Yeni Safak: “Integrar a República Turca do Chipre do Norte na organização de Xangai”

Oguzhan Akyener, o presidente do Centro Turco de Estudos Estratégicos e Políticos de Energia (TESPAM), indicou que do ponto de vista da energia, a Turquia poderá dar início a iniciativas para que a República Turca do Chipre do Norte (RTCN) seja reconhecida pela Organização de Cooperação de Xangai (OCX). Graças às suas estreitas relações com a Rússia, este poderá ser o próximo passo caso não se chegue a uma solução para a questão cipriota.

“A curto prazo, a RTCN poderá tornar-se num membro do grupo de energia da OCX. E a longo prazo, o país pode mesmo vir a tornar-se membro da organização. Poderão ser desenvolvidas atividades conjuntas de exploração entre empresas petrolíferas russas e chinesas, nos espaços marítimos sob litígio e sobre os quais o país tem direitos” – afirmou Akyener.



Notícias relacionadas