Revista de imprensa turca: 23.12.2016

Eis os temas que marcam hoje a atualidade nos principais jornais da Turquia:

Revista de imprensa turca: 23.12.2016

Star: “Se pararmos voltamos a Sèvres”

O presidente Recep Tayyip Erdogan assinalou que “neste período crítico em que se tenta reformar o mundo e a nossa região, se pararmos, vamos dar connosco próprios nas mesmas condições de Sèvres”.

Durante o discurso que fez na Cerimónia de Inauguração Coletiva – organizada no Centro de Cultura e Congressos da Nação, em Bestepe – o presidente passou também a mensagem de que “A nossa luta continua”. Erdogan disse que a Turquia está a levar a cabo a sua maior luta desde a Guerra de Salvação e acrescentou que “esta nação é a luta de uma única nação, de uma única bandeira, de uma única pátria e de um único estado”.

 

Haber Turk: “Karlov já se tornou no símbolo eterno da amizade turco-russa”

O primeiro ministro Binali Yildirim fez uma visita de condolências à Embaixada da Rússia em Ancara, na sequência do assassinato do embaixador Andrey Karlov. Yildirim escreveu o seguinte no livro aberto de condolências da embaixada:

“Sinto no meu coração a tristeza de perder o embaixador da Federação Russa em Ancara, o senhor Andrey Karlov, vítima de um doloroso atentado terrorista. Aqueles que querem destruir as relações profundas entre a Turquia e a Rússia e os laços humanos entre as nossas duas nações, não conseguirão atingir os seus objetivos. Os criminosos serão apanhados um a um e serão castigados. Durante um momento especial, Karlov deu um grande apoio às nossas relações com a Rússia e conduziu com êxito esse processo. Ele já se transformou no símbolo eterno da amizade turco-russa”.

 

Yeni Safak: “Crédito de 7 mil milhões de dólares depois do 15 de julho”

Muitas instituições de crédito ocidentais, líderes nos países europeus, enquanto que por um lado criticam a economia da Turquia, por outro garantem linhas de crédito para os projetos do país. Desde a intentona golpista de 15 de julho – levada a cabo pela Organização Terrorista Gulenista – as instituições de crédito estrangeiras já concederam crédito de longo prazo às empresas turcas no montante de 4 800 milhões de liras, para serem usadas em investimentos. Desde 15 de julho, o setor privado assumiu um endividamento na ordem dos 2 200 milhões de liras, através de dívida consolidada. Os peritos chamam a atenção para o facto de projetos como o TANAP e similares, fazerem com que este valor suba ainda mais.

 

Sabah: “Quem ganha é a Turquia”

Futebolistas turcos e estrangeiros que atuam nas equipas da Super Liga Spor Toto, juntaram-se para disputar uma partida na Arena Vodafone de Istambul. Este foi um jogo de solidariedade em memória dos mártires, e serviu também para destacar a unidade e a solidariedade face aos atos terroristas.

 

Durante o jogo de homenagem aos mártires, as estrelas turcas jogaram contra as estrelas estrangeiras. O resultado final foi de 4-3 a favor da equipa turca. As receitas angariadas com esta partida serão oferecidas às famílias dos mártires e aos veteranos dos atentados terroristas, tendo como intermediário da operação o Ministério das Políticas Sociais e Familiares.

 

Vatan: “A Turquia é de novo a favorita”

Na Rússia, as reservas antecipadas aumentaram 3 vezes e meia em comparação com o ano passado e o país favorito é a Turquia. O jornal Kommersant, que reúne as opiniões dos operadores turísticos, anunciou que as reservas para o próximo ano deverão crescer duas a 3 vezes em comparação com ano anterior, e que se espera que a Turquia volte a ser o país mais visitado pelos russos em 2017, uma posição que tinha perdido este ano.



Notícias relacionadas